Eutonia é um método vivencial para desenvolver a sensibilidade e a capacidade de observar o que ocorre no corpo. Ensina o autoconhecimento desde a pele até os ossos, articulações e órgãos vitais, promovendo o equilíbrio das tensões, o alinhamento postural, o bem estar físico, psíquico e emocional. O método foi criado por Gerda Alexander na Dinamarca, e chegou no Brasil nos anos 1970.

O estudo das Danças Brasileiras oferece uma vivência corporal e rítmica, integrando consciência corporal e improvisação a partir do intercâmbio entre técnicas contemporâneas e folguedos brasileiros, com jogos em Roda e Cordão. As Danças trazem a história das festas da cultura popular brasileira, sua mistura com os ritmos e cantos tradicionais fornece ferramentas para material de pesquisa e criação de personagens.

Nosso objetivo com essa oficina é descobrir, perceber e ampliar as possibilidades de contato com o corpo e com a verticalidade expressiva da coluna vertebral, potencializando capacidades para a prática das Danças Brasileiras a partir de dinâmicas que dialogam com o cantar-dançar-batucar.

BENEFÍCIOS:

Eutonia: equilíbrio das tensões; ampliação da consciência corporal; flexibilidade muscular; criatividade; expressividade  nos movimentos e presença.

Danças brasileiras afro-ameríndias: prazer e alegria; conexão; coragem em jogar; ritmo; ritualização do cotidiano e do corpo; reflexão da nossa história e ancestralidades; ludicidades; desenvoltura ao improviso, pois mais do que coreografias, as partituras vão se constituindo ao longo do processo e das dinâmicas.

MIRIAM DASCAL é bailarina, coreógrafa, performer, atriz e especialista em Eutonia formada pela 1ª Escola de Eutonia da América Latina (Buenos Aires, Argentina). Mestre em Artes (UNICAMP) e Bacharel em Comunicação Social(FAAP). Autora do livro “Eutonia O Saber do Corpo”, ed. Senac, e diretora do Espaço AANGA Arte-educação do Movimento na cidade de São Paulo/SP, Brasil. Foi coordenadora Artístico-pedagógica de Dança no Programa Vocacional Secretaria da Cultura Municipal de São Paulo (2008- 2013) e do curso de Pós-Graduação e especialização “Dinâmicas Corporais Expressivas e Terapêuticas” da faculdade Senac. Possui formação em Dança Educativa e Performance Método Laban (Brasil/ Inglaterra) e em diversas técnicas de Dança e Teatro.

JULIANA MANHÃES Atriz-performer, brincante, dançarina, pesquisadora e professora. Mestre em estudos da performance, e a pesquisa “Memórias de um corpo brincante: a brincadeira do cazumba no Bumba-Boi Maranhense” e doutora em Artes Cênicas, com a linha de pesquisa em Estudos da Performance, com a pesquisa “Um convite à dança: Performances de Umbigada entre Brasil e Moçambique”, com orientação de Zeca Ligiéro na UNIRIO (Universidade federal do Estado do Rio de Janeiro) , tendo realizado bolsa CAPES sanduíche para Moçambique por seis meses. Há quinze anos faz parte do coletivo As Três Marias no Rio de Janeiro e do Boi da Floresta do mestre Apolônio Melônio no Maranhão, pesquisando as performances tradicionais afro-ameríndias. Atua no espetáculo Umbigar, inspirado em danças de umbigada afro-brasileiras, selecionado pelos prêmios FUNARTE Klauss Vianna em 2010 e Fundo de Apoio a Dança -FADA, em 2011. Em 2014 fez o curso The March na École de Sables no Senegal com a coordenação da mestra Germaine Acogny. Trabalhou no Colégio de Aplicação da UFRJ (CAp) sendo professora substituta de Artes Cênicas e coordenou o curso de danças brasileiras no Laboratório Uzina na Escola Sesc de Ensino Médio no Rio de Janeiro em 2015/2016. Dirige o espetáculo de dança com música ao vivo Borboleta Amarela com a dançarina Fabiana Eramo e o músico André Américo. Atualmente dá aulas com o coletivo As Três Marias, na Casa de Mysterios e Novidades, de Sotaques Maranhenses (Danças e ritmos) e no Espaço Rampa em Copacabana de Danças Brasileiras Afro-Ameríndias.

Público Alvo: Dançarinos, músicos e todas as pessoas que tem interesse em sensibilizar e mover o corpo.

18 de novembro, sábado de 14hs às 18hs (4h)
Investimento:
 R$ 200

COMO ME INSCREVER?

Para se inscrever a pessoa deve realizar o depósito e nos enviar o comprovante para o rampaldc@gmail.com, informando qual será a data da sua participação no título do email.

Dados bancários:
Juliana Bittencourt Manhães
Banco do Brasil
Ag 1855-5
Cc 24195-4
CPF 047.799.287-01